Angico-rajado (Leucochloron incuriale)

Angico-rajado, angico-do-campo, chico-pires, corticeira-do-campo, corticeira-do-cerrado e sucupira-do-campo são alguns nomes populares da árvore de nome científico Leucochloron incuriale pertencente à família Fabaceae.

O angico-rajado é daquelas árvores que ao olharmos de longe não damos importância sobre o aspecto ornamental, mas ao nos aproximarmos a admiração é certa.

E isso devido ao seu tronco rústico, com cascas espessas, cortiças salientes bem peculiares, configurando uma verdadeira obra de arte natural.

Em suas regiões de ocorrência natural ela também pode ser encontrada em pastagens, onde é comum ocorrerem incêndios nas épocas de estiagem, e, nascer e vingar em um ambiente desses, não é para qualquer uma.

O angico-rajado é uma espécie pioneira e de crescimento lento. Sua dispersão é ampla, porém descontínua e com baixa densidade populacional.
Ela ocorre nos biomas Mata Atlântica e Cerrado, com distribuição geográfica no nordeste (BA), norte (PA), sudeste (MG, ES, RJ, SP) e sul (PR).

Características do angico-rajado


O porte varia de médio a grande, podendo chegar até 25 metros de altura.
O tronco é irregular e suberoso, com casca espessa, parda e cortiças salientes.
As folhas são compostas bipinadas com 6 a 13 pares de pinas, e 10 a 27 pares de folíolos pequenos e falciformes.

Uma de suas características são os nectários extraflorais situados entre ou logo abaixo do primeiro par de pina, podendo ainda ter no ultimo par de pina. São glândulas secretoras de néctar, e que, segundo muitos autores, as plantas que as possuem apresentam relação mutualística principalmente com formigas, que em troca defendem a planta de herbívoros.

As inflorescências são em capítulos globosos com pedúnculo longo nas axilas das folhas.
As flores são pequenas de cor esbranquiçada.
Os frutos são vagens deiscente de 10 a 20 cm de comprimento, coriáceo, tomentoso, oblongo e falcado.
E as sementes são orbiculares a elípticas.

Essa árvore ocorre em solos rasos a profundos, preferencialmente com característica de formação aberta.

Sua madeira é densa com cerne amarelo dourado e abundante veios.

Essa espécie tem potencial paisagístico e ambiental: é uma planta melífera e recomendada para arborização urbana, ambiente de mata ciliar ou de galeria, recuperação de solos pobres e degradados.

Referências:

Carvalho, P.E.R Angico-rajado (Leucochloron incuriale) embrapa.br, 2008, disponível em https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/315644/1/circtec159.pdf

Lorenzi, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem