Publicidade

Planta terramicina ou penicilina (Alternanthera brasiliana)

planta-terramicina-com-caules-eretos-e-folhas-rubras


Família - Amaranthaceae A. Juss.

gênero - Alternanthera Forssk.

Nome científico - Alternanthera brasiliana (L.) Kuntze.

Origem - Nativa do Brasil

A espécie de nome científico Alternanthera brasiliana é considerada uma planta medicinal e possui alguns nomes populares que são referentes aos benefícios que ela proporciona à saúde. Por conta disso, a planta é chamada popularmente de terramicina, penicilina, erva-doril e benzetacil, além dos outros nomes vulgares: perpétua-do-brasil, sempre-viva, caaponga, carrapichinho, ervanço.

A terramicina é uma planta nativa do Brasil e com ampla distribuição pelo país, onde vegeta preferencialmente em solos úmidos. Como características morfológicas a planta se apresenta como erva ou subarbusto perene de até 1,20 metros de altura. Possui caule ereto, semiereto ou rastejante, podendo ser glabro ou piloso e de cor púrpura.

As folhas são pecioladas, simples, opostas e distribuídas por todo o caule; são membranáceas, sem pelos ou com pelos curtos apresentando textura levemente áspera em ambas as faces; possuem formato oval-lanceolado e ápice agudo; variação de cor na face superior, desde verde a rubra, e na face inferior são totalmente na cor púrpura ou rubra.

A inflorescência é do tipo espiga globosa, geralmente com 1 cm de altura e de cor esbranquiçada, sendo sustentada por haste de até 5,5 cm de comprimento; possui minúsculas flores que podem ser amareladas e de outras tonalidades. O fruto é ovoide a elipsoide e com minúsculas sementes no interior que caem com a maturação.

A terramicina pode ser propagada por sementes ou facilmente por estaquia de parte dos ramos, visto que os ramos quando podados costumam permanecer vivos, enraizando até mesmo sobre o solo onde foram descartados. Daí surgiu o outro nome popular sempre-viva.

Para que serve a planta terramicina:


folhagem-da-planta-terramicina
Aspecto geral da planta

A terramicina além de servir como planta ornamental por conta da cor de sua folhagem, ela serve ao uso popular como planta medicinal e para concepção de fitoterápicos e fitofármacos devido as suas propriedades terapêuticas, sendo inclusive a espécie listada no Formulário de Fitoterápicos da Farmacopéia Brasileira (ANVISA).

Dentre os usos populares, a planta terramicina ou penicilina é usada contra diarreia, inflamações, tosse, gripe, feridas, dores em geral, afecções de pele e como depurativa. Isso porque a espécie Alternanthera brasiliana possui compostos com ação cicatrizante, antibacteriana, antifúngica, antioxidante, anti-inflamatória, antitumoral, analgésica, diurética, digestiva e depurativa.

Propriedades estas confirmadas por várias pesquisas realizadas em laboratório com variados tipos de extratos para análise químico-farmacológica da planta, como a feita por Souza e outros (1998), onde o extrato hidroalcoólico das partes aéreas da planta apresentaram potente ação analgésica superior aos fármacos padrão (aspirina e dipirona).

Já Araújo e outros (2020) testaram o extrato aquoso de folhas frescas da terramicina e constataram ótima ação bactericida contra Mycobacterium smegmatis e ação antifúngica contra Candida albicans.

Na Índia, a pesquisadora Barua e sua equipe (2012) fizeram estudos aplicando pomada feita com extrato das folhas nas lesões em ratos afim de averiguar a ação cicatrizante, concluindo que a aplicação tópica da pomada assim como o extrato das folhas atuaram com melhor resposta de cicatrização do que as drogas padrão.

Em outros testes com camundongos, a mesma equipe de cientistas concluem que compostos extraídos das folhas de penicilina apresentaram atividade ansiolítica e anticonvulsiva.

Também foram realizadas pesquisas sobre a atividade antitumoral, onde os pesquisadores Samudrala e outros (2014) usaram um extrato de terramicina em camundongos e que, segundo os quais, o tratamento mostrou diminuição significativa no tumor com elevação no tempo de vida das cobaias, confirmando potente atividade antitumoral comparável ao medicamento Flourouracil. Além de reverter ao normal as hemácias, hemoglobina e leucócitos, devido a atividade antioxidante e hemoprotetora.

Obs: A página nossafloranossomeio não orienta quanto ao uso de plantas para fins medicinais, apenas divulga os usos populares e estudos científicos sobre as mesmas.

Inflorescência da terramicina em pequena espiga arredondada e esbranquiçada, com minúsculas flores amarelas entre as brácteas
Inflorescência da terramicina


Assista ao vídeo sobre a planta terramicina:


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem