Publicidade

Grumixama (Eugenia brasiliensis): uma frutífera da Mata Atlântica

 

Frutas grumixama no prato

Família - Myrtaceae Juss.

Gênero - Eugenia L.

Nome científico - Eugenia brasiliensis Lam.

Origem - Nativa do Brasil (Mata Atlântica)

A grumixama é uma espécie frutífera da Mata Atlântica, sua área de ocorrência natural se estende exclusivamente da Bahia até Santa Catarina. Ela pertence a família das mirtáceas, a mesma família da jabuticaba e pitanga, sendo a pitanga seu parente mais próximo por serem do mesmo gênero (Eugenia).

A árvore produz frutos que são consumidos por animais silvestres, como pássaros, morcegos, lagartos e roedores, e que também servem para o consumo humano, pois a fruta grumixama tem sabor muito agradável, geralmente adocicada com uma suave acidez, e ainda é rica em propriedades antioxidantes, vitamina C e compostos fenólicos.

Essa espécie (Eugenia brasiliensis), segundo registros etnobotânicos, também é empregada como planta medicinal. De fato alguns estudos publicados concluem que as folhas e cascas da grumixama possuem óleos essenciais com propriedades terapêuticas, entre elas:
  • anti-inflamatória; 
  • adstringente;
  • antirreumática; 
  • diurética; 
  • antibacteriana;
  • antidepressiva; e
  • anti-hipertrigliceridemia.
A grumixama, assim como a jabuticabeira e pitangueira, também é uma ótima opção como árvore para jardim devido ao seu porte baixo, por atrair pássaros e promover sombra. Também é indicada para arborização urbana e recuperação de áreas degradadas em suas regiões de origem.

Características da grumixama-roxa


Árvore com porte de até 15 metros de altura e caule com até 40 cm de diâmetro com casca pardacenta, fissurada e descamante ; possui folhas simples, pecioladas, arranjadas de forma oposta, com limbo de formato elíptico ou obovado, com margem inteira, são glabras, de consistência semicoriácea e de cor verde-escura e brilhante na face superior.

A flor da grumixama é bissexuada, possui pétalas de cor branca, muitos estames e anteras amareladas; o fruto é uma baga globosa, com aproximadamente 1,8 centímetro de diâmetro, com casca fina de cor roxo-escura, possui polpa suculenta e uma ou duas sementes; as sementes são ovaladas e as maiores medem até 1,3 centímetro de comprimento. A espécie foi encontrada no estado do RJ frutificando na primavera.

fruta grumixama sobre a grama do chão
Frutinhos da grumixama com quase dois centímetros de diâmetro

Fruto da grumixama pela metade evidenciando a polpa arroxeada e a semente esbranquiçada
Aspecto da polpa da grumixama

folhas da espécie Eugenia brasiliensis em um ramo
Aspecto das folhas

Copa da árvore grumixama
Aspecto da árvore Eugenia brasiliensis

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem