Publicidade

Árvore pau-ferro (Libidibia ferrea)


copa-da-arvore-pau-ferro-vista-de-baixo-para-cima


O Pau-ferro é uma belíssima árvore nativa do Brasil e muito utilizada na arborização urbana.


Nome científico: Libidibia ferrea (Mart ex Tul.) L.P.Queiroz

Nomes populares: pau-ferro, jucá, etc.

Família: Fabaceae Lindl.

Origem: Nativa do Brasil


Libidibia ferrea é o nome científico da árvore conhecida popularmente como pau-ferro, jucá, jucaína, ibirá-obi, dentre outros. O pau-ferro é uma árvore nativa do Brasil, muito ornamental e utilizada na arborização urbana, inclusive de outros países, onde é mais conhecida popularmente como árvore leopardo devido a aparência malhada do seu tronco. Por aqui, o nome pau-ferro se dá devido a dureza e alta densidade de sua madeira.


Características da árvore pau-ferro:

árvore pau-ferro com seu belo tronco malhado visto de baixo para cima
Libidibia ferrea var. Leiostachya, espécie nativa da Mata Atlântica

A Libidibia ferrea ocorre na Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica. A espécie possui algumas variedades que se diferem quanto a distribuição geográfica e também quanto ao porte e outras características; como a Libidibia ferrea var. ferrea, Libidibia ferrea var. glabrescens, Libidibia ferrea var. parvifolia e Libidibia ferrea var. leiostachya. Essas árvores são de médio a grande porte, entre 10 a 30 metros de altura, e a Libidibia ferrea var. leiostachya que ocorre na Mata Atlântica atinge 20 a 30 metros de altura.

O pau-ferro possui copa arredondada e ampla. O tronco é liso e descamante, criando um aspecto malhado devido a casca de tonalidade cinza-escura ir se soltando e deixando à mostra a casca de tonalidade branco-marmorizado.

As folhas são alternas, compostas, bipinadas, com folíolos elípticos. As flores são amarelas, pequenas e dispostas em panículas terminais. Os frutos são vagens de casca grossa e cor escura, onde no interior contém as sementes que são lisas, duras, amarronzadas e apresentam dormência.

Utilidades do pau-ferro:


Além do valor ornamental e paisagístico o pau-ferro possui propriedades medicinais, e devido a isso as suas cascas, frutos e raízes são utilizados na medicina popular para tratar feridas, aftas, gastrite, asma, tosse, além de outros problemas de saúde.

Segundo a literatura científica, em estudos os extratos do pau-ferro apresentaram compostos com ação antimicrobiana, anti-inflamatória, cicatrizante, antiúlcera, hipoglicemiante, antialérgica, analgésica, anticancerígena e anticoagulante.

Já a madeira serve para confecções de peças de instrumentos musicais, movelaria e construção civil.

A espécie tem valor forrageiro, as suas folhas e frutos (vagens) servem de complemento alimentar para rebanhos, principalmente do semiárido brasileiro.

Essa árvore é recomendada para reflorestamento de áreas degradadas devido as características de ser tolerante ao sol pleno, ser melífera, promover a deposição de matéria orgânica no solo e, por ser uma leguminosa, propiciar a fixação de nitrogênio no solo através de bactérias benéficas que vivem associadas nas suas raízes.


árvore pau-ferro no centro de uma praça com tronco retilineo e malhado
     Libidibia ferrea var. leiostachya


Assista no youtube:

 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem