Publicidade

Erva-cidreira-brasileira (Lippia alba)

Ramo de erva-cidreira (Lippia alba) com flor


Lippia alba

Família: Verbenaceae J. St. -Hil

Gênero - Lippia L.

Nomes populares: erva-cidreira-brasileira, erva-cidreira, cidreira-brava, cidrila, chá-de-tabuleiro, alecrim-do-campo, salva-brava, falsa-melissa.

Origem: Nativa do Brasil

A planta de nome científico Lippia alba é conhecida vulgarmente como erva-cidreira e outros. Porém, erva-cidreira é um nome popular referente a mais duas plantas, que são a espécie Melissa officinalis, conhecida como melissa ou erva-cidreira-verdadeira, e a espécie Cymbopogon citratus, conhecido como capim-limão e capim-cidreira.


A espécie Lippia alba é nativa do Brasil e tem ampla distribuição pela América tropical e subtropical. A planta é uma herbácea de até um metro e meio de altura, perene e aromática, ela possui longos ramos que ficam eretos ou arqueados. As folhas são opostas, com textura cartácea, bordas serradas, ápice agudo e pilosa na face superior. A inflorescência é axilar, ocorre aos pares, apresenta pequeninas flores de tonalidade lilás com fundo amarelo, floresce o ano todo.

Ramo da erva cidreira brasileira com flores lilás aos pares

A erva-cidreira-brasileira tem o benefício de servir como planta medicinal, as suas folhas são amplamente utilizadas na medicina popular e em produtos fitoterápicos, com elas são feitos chás, banhos, compressas, inalações e xaropes para o tratamento de febre, gripe, resfriado, hipertensão, cólicas, gastrite, reumatismo, distúrbios gastrointestinais, etc. 

Vários estudos já comprovaram que a espécie Lippia alba possui propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, antifúngicas, antimicrobianas, inseticidas, sedativas, anestésicas, ansiolíticas, antioxidantes, antissépticas, antirreumáticas, genoprotetoras e antiparasitárias.

Como fazer mudas de erva-cidreira:


Tendo em vista que a propagação por sementes é mais demorada, utiliza-se mais a propagação vegetativa através de partes semilenhosas do caule ou ramos medianos. As estacas devem ser de 20 cm, podendo ser enfincadas tanto em recipientes com substrato, como no solo definitivo, devendo-se ser regada diariamente até que apresente completo desenvolvimento.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem