Mulungu (Erythrina verna): linda árvore de flor vermelha

 

galhos-do-mulungu-erythrina verna-com-flores-vermelhas


Mulungu ou suinã

Nome científico - Erythrina verna

Família  - Fabaceae

Origem - nativa e endêmica do Brasil

Nomes populares - mulungu, mulungu-vermelho, suinã, eritrina

Mulungu é o nome popular dado a algumas árvores do gênero Erythrina e que ocorrem no Brasil, como as espécies Erythrina verna, Erythrina mulungu, Erythrina falcata, Erythrina speciosa, Erythrina velutina, Erythrina crista-galli, entre outras.

A Erythrina verna, chamada de mulungu ou suinã, é uma árvore que ocorre nos biomas Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, nos estados do Espírito Santo, Minas gerais, Rio de Janeiro e São Paulo na região sudeste, e apenas no Acre, na região norte do país.

Características do mulungu

arvores-mulungu-florido-na-paisagem

Árvore decídua, pioneira, com porte de 15 a 20 metros de altura. Caule com 50 a 70 cm de diâmetro, retilíneo, revestido por casca lisa, de tonalidade castanho escuro a acinzentado, com estrias esbranquiçadas longitudinais e acúleos somente nas árvores jovens.

As folhas são compostas, trifoliadas, com folíolos grandes, medindo 8 a 11 cm de largura, com formato aproximado de um losango.

A inflorescência pseudo-racemosa surge na estação do inverno, nos meses de julho e agosto, com a árvore despida de sua folhagem, criando um belo aspecto na paisagem devido as flores de tonalidade vermelho-vivo por toda copa da árvore.

flor-vermelha-do-mulungu-no-solo

Após a exuberante florada, surgem os frutos, que são legumes do tipo vagem, curtos e de cor marrom. No seu interior contém de uma a três sementes de cor castanha e que lembram feijão.

O mulungu-vermelho (Erythrina verna) ocorre preferencialmente em solos bem drenados, como de encostas de morro, mas pode ocorrer também em solos úmidos.

A reprodução pode ser feita pelas sementes e postas a germinar assim que colhidas, pois não possuem dormência, ou também facilmente por estacas dos galhos. Árvores provenientes de estacas não possuem acúleos no tronco quando jovem.

O desenvolvimento do mulungu ou suinã é rápido, o que favorece na recuperação de áreas degradadas e na alimentação de insetos e pássaros nectarívoros.

Propriedades medicinais do mulungu

tronco-do-mulungu-com-espinhos-e-estrias-brancas-verticais

A casca do mulungu da espécie Erythrina verna é usada na medicina popular como calmante e sedativo para quadros leves de ansiedade e insônia, sendo a planta listada pela ANVISA no Formulário de Fitoterápicos como planta medicinal. O extrato seco das cascas é facilmente encontrada no comércio.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem