Por que não devemos fazer poda drástica em árvores

arvore-podada-de forma-drastica-permanecendo-so-tocos-dos-galhos


Poda drástica em árvores saudáveis é considerada crime ambiental, saiba dos impactos negativos ao remover acima de 25% da copa.

Em algumas situações as árvores precisam ser podadas para alcançar alguns objetivos específicos, como remoção de galhos quebrados, com pragas e secos; remoção de galhos em contato com a rede elétrica; remoção de galhos que ofereçam riscos imediatos a população; remoção de galhos para diminuir o sombreamento sobre plantas cultivadas para produção de alimentos e aumentar a matéria orgânica no solo em sistemas agroflorestais, e outros.

Mas quanto da copa de uma árvore pode ser podado para não ser configurado um crime ambiental? A resposta para essa pergunta é o que muitos desconhecem, a opinião mais comum é que a poda só traz benefícios por "revigorar" a árvore e, sendo assim, acredita-se que possa ser suprimida grande parte da copa ou toda ela sem causar-lhe danos, o que não é verdade.

Segundo a Norma Brasileira NBR 16246-1, que tem como objetivo estabelecer procedimentos para o manejo de árvores, arbustos e outras plantas lenhosas, não se deve retirar mais do que 25% do volume da copa de uma árvore, sendo necessário justificação técnica quando for preciso maior intensidade.

Em consonância, muitos municípios seguem essa norma técnica em suas legislações de crimes ambientais e planos de arborização urbana, assim como com a Lei Federal n° 9605/98Lei de Crimes Ambientais  em que cita no artigo 49 como crime: "Destruir, danificar, lesar ou maltratar, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação em logradouros públicos ou em propriedade privada alheia", tendo como pena a "detenção por três meses a um ano, ou multa, ou ambas as penas". A multa correspondente a essa infração é no valor de R$100,00 a  R$1000,00 por unidade ou metro quadrado, como previsto no artigo 56 do Decreto Federal n° 6514/2008.

galho-de-cajueiro-podado-e-cicatrizando-atraves-da-formaçao-do-calo-que-vai-se-fechando-sobre-o-corte
Os cortes da poda são lesões que cicatrizam lentamente através do colar, formando um calo que vai se fechando.

Quais são os impactos ambientais ao realizar uma poda drástica?


Podas inapropriadas, em que se retira grande parte da copa, acabam por causar impactos negativos ao ecossistema, seja urbano ou rural, pois muitos benefícios que as árvores proporcionam, os chamados serviços ecossistêmicos, serão diminuídos ou interrompidos por um período.

Entre eles, destaco que as árvores ficarão sem produzir sombra e amenizar as altas temperaturas até que sua copa cresça novamente.

Ao suprimir toda a copa de uma árvore ela terá sua total capacidade de absorver gás carbônico, um gás do efeito estufa e utilizado na fotossíntese, comprometida até que sua copa se restabeleça. 

As árvores após uma poda drástica podem ter o ciclo de florescimento e frutificação interrompidos, afetando a nutrição de muitos insetos polinizadores, pássaros e outros animais. Também ocorrerá em menos sementes dispersadas, um aspecto importante quando se trata de espécies nativas regionais.

Outro impacto é sobre o repouso noturno das aves. Os pássaros adotam uma árvore como sua casa, toda noite eles repousam na mesma árvore, portanto, não estará tudo bem se um pássaro chegar e encontrar a copa de uma árvore removida. Isso causará um estresse na ave, que terá de procurar outra árvore para se sentir abrigado e em segurança. Mas já reparou que alguns pássaros quando estão procriando são territorialistas? eles defendem a árvore onde está seu ninho da aproximação de outros, então não será tão fácil assim para o desabrigado conseguir uma outra árvore.

A poda mal realizada também pode acabar matando uma árvore. Muitas pessoas acreditam que ao fazer uma poda drástica a árvore se revigora, mas muitas vezes a árvore pode estar enfraquecida e mais propensa ao ataque de pragas devido ao esgotamento de nutrientes do solo, o que não quer dizer que uma poda vai revigorá-la. Nesse caso, a poda drástica enfraquecerá ainda mais a árvore, devido estar sendo eliminado junto com as folhagens, grande parte das suas reservas nutricionais.

Esses são alguns problemas causados por uma poda considerada criminosa, salvo algumas exceções, como quando se tem autorização ambiental devido a árvore estar coberta de pragas ou outro motivo de extrema necessidade.

Seja qual for a poda ela deve sempre visar a preservação da árvore. Além do mais, ela cria lesões que são áreas expostas a possíveis entradas de patógenos e que demoram a cicatrizar, ou nem cicatrizam quando mal realizada e com ferramenta inapropriada. Sendo assim, deve ser feita com critérios técnicos e somente quando há necessidade.

toco-deixado-em-poda-mal-realizada-apodrece-criando-um-buraco-que-passa-para-o-interior-do-tronco
Toco proveniente de poda mal feita não permite a cicatrização e causa apodrecimento do lenho, muitas vezes alcançando o cerne da madeira.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem