Conheça duas espécies de íris-da-praia: Neomarica northiana e Neomarica candida

flor-da-iris-da-praia-especie-neomarica-northiana
Íris-da-praia, espécie Neomarica northiana

Na família Iridaceae existem 66 gêneros e 2.444 espécies, das quais 20 gêneros e 198 espécies são nativas do Brasil. Entre essas, encontra-se o gênero Neomarica com 28 espécies, sendo algumas mais populares devido ao comércio de plantas ornamentais para jardins.

Para essa finalidade destacam-se a espécie de nome científico Neomarica northiana e a espécie Neomarica candida, cujo nomes populares são íris-da-praia, íris-caminhante e neomárica. E ainda a espécie Neomarica caerulea, conhecida popularmente como falso-íris, lírio-roxo-das-pedras ou doze-apóstolos, e a espécie Neomarica longfolia, popularmente chamada de íris-amarela, falso-íris-amarelo e íris-caminhante-amarelo.

Íris-da-praia ou íris-caminhante


A íris-da-praia como já mencionado refere-se a duas espécies, Neomarica northiana e Neomarica candida, que são nativas do Brasil e bem similares, apresentando diferenças sutis na coloração das anteras e na forma e cor dos arabescos (desenhos riscados ou pontilhados das tépalas), entre outras.

São plantas herbáceas, rizomatosas, com folhas laminares, lanceoladas, dispostas em leque, de cor verde, lustrosas e que se originam dos rizomas.

A espécie Neomarica northiana ocorre na Mata Atlântica, no estado do Rio de Janeiro, na floresta pluvial e nas restingas. 

flor-da-neomarica-northiana

A inflorescência é em ripídio, ocorrendo três por haste floral, e em cada ripídio saem geralmente de 4 a 9 flores, sendo uma por vez, ou raramente juntas. As flores possuem duração de um dia, são aromáticas, radiais, com tépalas externas de cor branca e na sua base arabescos pontilhados de tonalidade marrom com fundo amarelo-claro. As tépalas internas possuem os mesmos arabescos na base e ainda estrias azul-anil na região médio apical. As anteras são de coloração amarelada. A haste floral é decumbente, após o florescimento reclina-se até o solo para facilitar o enraizamento do broto aéreo, por esse motivo é chamada de íris-caminhante.

Já a espécie Neomarica candida ocorre na Mata Atlântica e Pampa, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, na floresta ciliar e nas restingas.

flor-da-neomarica-candida

A inflorescência é em ripídio, três por haste floral e decumbente para facilitar o enraizamento da nova brotação aérea. As flores duram um dia, são radiais, possuem tonalidade acentuada, com tépalas externas brancas e na base das tépalas externas e internas os arabescos são espessos, de tonalidade vinosa e com fundo amarelo-ocre. Apresenta estrias azul-anil na região médio apical das tépalas internas e as anteras são de coloração azul-esverdeado.

Como cultivar a íris-da-praia:

A íris-da-praia, tanto Neomarica northiana quanto Neomarica candida, são plantas que devem ser cultivadas em meia sombra, pois a sol pleno suas folhas podem amarelar e as flores ficarem pálidas e murchas.

O solo ideal é do tipo arenoso, rico em matéria orgânica e mantido com regas frequentes.

Como planta ornamental, a íris-da-praia pode ser utilizada na formação de maciços, como bordadura ao longo de caminhos e muros, no coroamento de árvores e em vasos.                                                 

Por ser uma planta rizomatosa e se propagar formando adensamentos, as duas espécies de neomáricas também são indicadas para conter a erosão do solo.

A propagação pode ser feita pela divisão dos rizomas, pela divisão das mudas da touceira, pelas brotações aéreas que surgem da haste floral e pelas sementes.

Assista ao vídeo da Neomarica northiana:


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem