Publicidade

Planta orelha-de-onça (Pleroma heteromallum)

 

pleroma-heteromallum-florida-e-cobrindo-uma-grande-área-de-solo-inclinado

Família - Melastomataceae A. Juss.

Gênero - Pleroma D. Don

Nome científico - Pleroma heteromallum (D. Don) D. Don

Origem - Nativa do Brasil

A orelha-de-onça é uma planta nativa e endêmica do Brasil, onde ocorre naturalmente pelos biomas Cerrado e Mata Atlântica, e pelos estados do Ceará até São Paulo.

Ela pertence a mesma família e ao mesmo gênero da árvore quaresmeira (Pleroma granulosum), muitos até a chamam também de quaresmeira por conta de ambas terem as flores um pouco parecidas, mas a orelha-de-onça não passa de um arbusto.

Características da Pleroma heteromallum:

flor-da-orelha-de-onca-de-petalas-roxas-com-centro-branco

A quaresmeira-orelha-de-onça possui porte em torno de 2 metros de altura. As folhas são simples, opostas, pecioladas, de tom verde-acinzentado, são grandes e com formato oval, oval-lanceolado ou cordiforme, possui textura aveludada devido aos pelos em ambas as faces, sendo mais sedosos na inferior.

As belas flores ficam dispostas em grandes panículas terminais, possuem pétalas roxas com base alva que se torna avermelhada, 10 estames, filetes de cor lilás com glândulas na porção inferior e anteras curvas de cor creme.

A planta floresce na primavera e verão, após esse período surgem os frutos que são cápsulas deiscentes, liberam as sementes quando amadurecem. A multiplicação pode ser feita facilmente por estaquia de partes dos ramos.

Orelha-de-onça no paisagismo:


A orelha-de-onça pode ser cultivada como planta ornamental a sol pleno e a meia sombra, só não é recomendada para regiões onde ocorrem geadas. Fora isso ela fica muito vistosa na formação de renques, cercas-vivas, como cortina servindo de fundo para outras plantas menores e até para proteção contra erosão de parte elevada do solo.

em-destaque-a-folha-grande-e-com-cinco-nervuras-da-pleroma-heteromallum


foto-da-inflorescencia-inteira-com-todas as-flores

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem