Publicidade

Vedélia ou picão-da-praia (Sphagneticola trilobata): características e utilidades

vedelia-florida-cobrindo-o-solo


Família - Asteraceae Bercht & J. Presi

Tribo - Heliantheae Cass.

Gênero - Sphagneticola O. Hoffim.

Nome científico - Sphagneticola trilobata (L.) Pruski

Origem - Nativa do Brasil

A vedélia é considerada uma planta medicinal e que ocorre em todas as regiões do Brasil como planta nativa, onde também é conhecida como picão-da-praia, malmequer, malmequer-do-brejo, arnica-do-brejo, falsa-arnica e insulina-vegetal.

Além da sua distribuição natural pelo México e vários países da América Central e América do Sul, hoje essa planta se encontra nos ecossistemas de muitos outros países ao redor do mundo onde é considerada uma planta daninha e invasora após ter sido introduzida como planta ornamental.

Características da espécie Sphagneticola trilobata:


folha-da-vedelia-de-cor-verde-escura-e-com-tres-lobos-pontiagudos
Folha com três lobos da vedélia

O picão-da-praia é uma planta herbácea, perene e com ramos rasteiros, normalmente atinge de 30 a 40 centímetros de altura, mas pode alcançar até 1 metro de altura principalmente quando está na sombra e podendo se apoiar em algo, como em caule de outra planta ou tela e muro. O caule é de cor verde-purpúreo e revestido por pelos na extremidade, se desenvolve formando estolões que criam raízes pelos nós.

A folha possui forte aroma quando macerada, é simples, oposta e com pecíolo curto, possui pelos na face superior e inferior o que a torna áspera, e contém três lobos: dois laterais e um terminal de tamanho maior e denteado. A planta apresenta uma única flor por inflorescência, sem aroma, de formato radial, de pétalas amarelas e é sustentada por pedúnculo revestido por pelos que surge da axila foliar, o florescimento ocorre durante o ano todo.

Quanto ao solo, a vedélia ocorre preferencialmente em locais úmidos, até mesmo brejosos e sujeitos a inundações, tanto a sombra, meia sombra e sol pleno. A propagação natural é feita por sementes e pelo desenvolvimento dos estolões, podendo ser feito mudas artificialmente por meio de estaquia após a divisão desses estolões.

Para que serve a vedélia:


flor-amarela-do-picao-da-praia
Flor do picão-da-praia disposta em longo pedúnculo

No paisagismo a vedélia serve como planta ornamental para forração do solo e para proteção contra erosão superficial devido ao seu crescimento vigoroso e eficiente para cobrir grandes áreas, além da resistência a variadas condições climáticas e a variados tipos de solo.

Outro benefício da vedélia ou picão-da-praia é referente as suas propriedades medicinais. A planta é empregada na medicina popular como anti-inflamatória, contra problemas respiratórios, gripe, tosse, infecções bacterianas, diabetes, dores em geral, úlcera e para cicatrizar ferimentos.

Propriedades medicinais da vedélia:



foto-do-caule-da-vedelia-com-pelinhos-finos-e-espacados
Caule do picão-da-praia revestido por pelos finos e espaçados

Muitos desses usos na medicina popular sugeriram que estudos fossem feitos afim de comprovar as propriedades medicinais da espécie Sphagneticola trilobata. Sendo assim, estudos confirmaram que a planta possui vários compostos fitoquímicos que desempenham ações terapêuticas.

Entre elas a ação anti-inflamatória, analgésica, hipoglicemiante, anticoncepcional, anti-hipertensiva, cicatrizante, hepatoprotetora, antioxidante, antifebril, larvicida, antifúngica e antibacteriana.

Por exemplo, o extrato bruto das folhas da vedélia reduziu a glicemia em ratos induzidos a diabetes. Já outro estudo com um composto isolado da planta (ácido diterpeno cauranóico) foi eficaz contra asma em camundongos devido a ação antioxidante contra a inflamação pulmonar.

Já compressas feitas com as partes aéreas da vedélia teve bons resultados em estudos clínicos contra dores nas articulações, dores musculares, dores de contusões e de machucados. Quanto a toxicidade, estudos feitos com os extratos não demonstraram efeitos significativos nas avaliações aguda e subaguda.

Leia também:

Obs. A página nossafloranossomeio descreve sobre espécies botânicas, os usos populares e estudos científicos sobre as mesmas, não orientando quanto ao consumo de plantas para fins medicinais.

Assista ao vídeo sobre a vedélia:


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem