Publicidade

Cycas revoluta: sagu-de-jardim

 

sagu-de-jardim com igreja ao fundo na praça pública da cidade de Vassouras-RJ

Família - Cycadaceae 

Gênero - Cycas L

Nome científico - Cycas revoluta Thunb.

Origem - exótica

A espécie Cycas revoluta pertence a família Cycadaceae, uma família botânica que remonta a milhares de anos com plantas primitivas que mantém quase as mesmas características desde a sua origem.

Cycas revoluta pode ser conhecida como sagu-de-jardim, sagu-japonês, cyca e palmeira-sagu. Muitas vezes essa planta é confundida com algum tipo de palmeira, mas não possui nenhuma relação entre si, as Cycas pertencem ao grupo das gimnospermas, enquanto as palmeiras ao grupo das angiospermas.

O sagu-de-jardim é uma planta originária do Japão e China, é a mais popular entre as espécies existentes do gênero Cycas, sendo muito valorizada no paisagismo para formação de pequenos agrupamentos ou mesmo como planta isolada no jardim.

Embora seja sucesso garantido nos jardins, a planta requer atenção pois contém toxinas, em sua maior concentração nas sementes que se ingeridas por animais domésticos ou pessoas podem causar danos graves à saúde.

Características do sagu-de-jardim


planta fêmea com estrutura reprodutiva globosa e sementes avermelhadas no interior
Planta feminina com sementes

Espécie dioica, ou seja, possui indivíduos com sexo separado (plantas machos e fêmeas), no jardim podem alcançar até 3 metros de altura, mas raramente são vistas nesse porte pois possuem crescimento muito lento.

O caule é marrom-escuro, cilíndrico, curto, robusto, rugoso e revestido por vestígios dos pecíolos das folhas que foram caindo.

As folhas se distribuem em espiral e formam uma coroa no topo do caule, possuem espinhos no pecíolo, medem de 50 cm a 1,50 metro de comprimento, são pinadas, os folíolos são lineares a lanceolados, pontiagudos, rígidos e com margem revoluta (virada para baixo).

A fase reprodutiva surge no topo do caule, no caso da planta macho em uma estrutura denominada de estróbilo. O estróbilo possui a forma de um cone cilíndrico e alongado verticalmente, ele é composto por escamas espatuladas (microsporófilos) que produzem o pólen, possui a cor amarelada e quando envelhece fica amarronzado.

A estrutura reprodutiva da planta fêmea, onde se desenvolvem as sementes, surge no topo do caule, é um aglomerado inicialmente globoso de estruturas franjadas (folhas modificadas) denominadas de megasporófilos, elas possuem pelos lanosos e são amarelo-pálidas.

As sementes são avermelhadas e  rugosas, elas possuem dormência e podem levar de 3 a 9 meses para germinarem.

Sagu-de-jardim: mudas e plantio

Conjunto de três palmeiras sagu na praça pública
Conjunto de Cycas revoluta na praça de Vassouras - RJ

A palmeira-sagu multiplica-se por brotações que surgem no caule, os chamados rebentos, e também por sementes, no entanto o processo de germinação e desenvolvimento da muda é muito lento, podendo levar vários anos para a planta adquirir o porte desejado.

A muda de sagu-de-jardim não é exigente quanto ao tipo de solo, mas deve ser plantada em solo bem drenado, a sol pleno ou meia sombra.

A planta requer pouca manutenção, a adubação pode ser feita com fertilizante de liberação lenta, não sendo necessário priorizar nitrogênio devido a planta obter esse elemento naturalmente através da associação com bactérias fixadoras de nitrogênio que vivem em suas raízes.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

publicidade